Resenha | Prince of Thorns: vingança, ambição e muito sangue na fantasia de Mark Lawrence

Prince of Thorns (adicione ao skoob) é o início a Trilogia dos Espinhos: Ainda criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e de o seu irmão caçula, William. Jorg não conseguiu defender sua família, nem tampouco fugir do horror. Jogado à sorte num arbusto de roseira-brava, ele permaneceu imobilizado pelos espinhos que rasgavam profundamente sua pele, e sua alma. O príncipe dos espinhos se vê, então, obrigado a amadurecer para saciar o seu desejo de vingança e poder. Vagando pelas estradas do Império Destruído, Jorg Ancrath lidera uma irmandade de assassinos, e sua única intenção é vencer o jogo. O jogo que os espinhos lhe ensinaram.

O primeiro volume da trilogia de Mark Lawrence nos apresenta uma aclamada fantasia dark, que tem como protagonista Jorg, um garoto que perdeu sua mãe e seu irmão mais novo de maneira cruel. Os mesmos que fizeram isso foram os responsáveis por jogar Jorg em uma roseira cheia de espinhos, onde ele ficou por um tempo, sofrendo com as feridas provocadas pelos espinhos e presenciando dali a morte de sua mãe e de seu irmão, incapaz de fazer algo por conta dos espinhos. Quando finalmente a sorte o alcança, ele é resgatado dos espinhos. Após um período de recuperação, Jorg é tomado por um sentimento de vingança e resolve fugir com um bando, pessoas que ele chama de irmãos. No começo, seu objetivo é se vingar daquele que matou sua mãe e seu irmão, mas em certo momento da narrativa esse ódio se vira contra seu próprio pai, rei do Castelo Alto, pois Jorg entende que a relação de seu pai com o responsável por aquela atrocidade é muito passiva. É com essa trama que o livro começa a se desenvolver.

Confesso que o livro me desapontou em alguns sentidos, o principal deles foi o próprio Jorg. Logo no inicio, a história de um garoto ser capaz de enfrentar tantas coisas não me convenceu, é difícil acreditar que Jorg é capaz de liderar uma jornada como essa com apenas quatorze anos. Apesar dessa minha descrença e antipatia com o protagonista, o livro se torna agradável em grande parte por conta da escrita de Mark Lawrence, que desenvolve toda sua fantasia de forma envolvente, trabalhando muito bem os temas. O livro é dividido entre passado e presente. Em alguns capítulos somos levados para o passado de Jorg, quando ele ainda tinha nove anos, para entender como tudo aconteceu. Depois voltamos para o presente, quatro anos após o acontecimento, onde Jorg e os irmãos estão em uma jornada cheia de sangue e ambição, motivada pela vingança.

“A praça do vilarejo tornara-se vermelha. Sangue nas sarjetas, sangue nas lajes, sangue no chafariz. Os cadáveres nas posições típicas dos cadáveres. Alguns, cômicos, apontando para os céus com dedos amputados. Outros, em paz, retorcidos sobre suas chagas. Moscas se debatiam sobre os feridos enquanto estes se debatiam. De um lado e de outro, alguns cegos, alguns astutos, todos traídos pelos zumbidos daquela comitiva.”

Prince of Thorns é uma boa leitura tanto para quem já é acostumado com o Gênero como para aqueles que estão começando a se aventurar no mundo da fantasia. Eu, por exemplo, não sou tão acostumado a ler fantasia, mas tive uma leitura fácil e prazerosa, já que o livro possui capítulos curtos e envolventes. Acredito que a minha maior felicidade é saber que ainda restam dois livros para concluir essa trilogia, e vou explicar brevemente porque penso assim. A história é ótima e muito bem contada, mas como eu disse anteriormente, o protagonista não me convenceu. Pois bem, minha esperança é que nos próximos livros Jorg seja um personagem mais maduro, pois no final desse livro já é possível perceber uma certa mudança em seu comportamento. Se isso realmente acontecer é certeza que o segundo livro tem tudo para ser melhor. Por enquanto é isso, indico o livro para os fãs de fantasia e para quem quer começar a ler algo do gênero. Espero ler em breve a continuação para compartilhar com vocês minhas impressões.

Mark Lawrence é um escritor de dupla nacionalidade (americana e britânica). Ele é autor da Trilogia dos Espinhos. Lawrence nasceu nos Estados Unidos, mas ainda bem novo, se mudou com os pais para a Inglaterra. Lawrence é casado e tem quatro filhos, um dos quais, portador de deficiência. Ele trabalha como escritor e como cientista de pesquisa no campo da inteligência artificial e ocupou o nível secreto dos governos dos EUA e do Reino Unido.

O livro é bem caprichado, possui um ótimo design, capa dura, tamanho 16×23 cm, folhas grossas e amareladas, tamanho de fonte e diagramação impecável. O livro foi muito bem traduzido e eu não encontrei nenhum erro de revisão durante a leitura. Também gostei da arte da capa, combina perfeitamente com o conteúdo do livro. Resumindo, o livro tem todo aquele cuidado padrão da DarkSide Books, uma excelente edição, indico fortemente.

Esse livro é uma cortesia da DarkSide® Books, editora parceira do blog. Acesse o site e redes sociais para mais informações sobre esse e outros livros da editora.

Facebook | Twitter | Instagram | G+ | YouTube

✪ ✪ ✪ ✪ ✪ ✪ ✪ ✪ ✪ ✪

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s